Home

Linfoma não hodgkin tem cura

Os linfomas não-Hodgkin são, de fato, um grupo complexo de quase 40 formas distintas desta doença. Getty Images. Após o diagnóstico, o linfoma é classificado de acordo com o tipo (se é linfoma não Hodgkin ou linfoma de Hodgkin) e o estágio em que se encontra (ou seja, sua extensão) A taxa de sobrevida relativa em 5 anos para pacientes com linfoma não Hodgkin é de 71%. Mas é importante ter em mente que as taxas de sobrevida podem variar para diferentes tipos e estágios do linfoma. Para alguns tipos de linfoma, o estágio não determina o prognóstico do paciente Aos 20 anos, foi-lhe diagnosticado um linfoma não-Hodgkin, não operável. Ultrapassou vários meses de quimioterapia, um transplante de medula e até um coma induzido. Passados mais de 9 anos sobre o dia C (de cura), recorda um trunfos para sobreviver. «Não podemos aceitar, nem imaginar a morte Os linfomas que não estão crescendo rapidamente podem ser acompanhados clinicamente sem qualquer tratamento imediato. Se o linfoma é grande e está provocando sintomas ou está crescendo, pode ser realizada a radioterapia na região do estômago, rituximab, quimioterapia, quimioterapia com rituximab ou terapia alvo com ibrutinibe

Linfoma deve ter diagnóstico precoce

O linfoma de Hodgkin, juntamente com o linfoma não-Hodgkin, são os dois tipos mais comuns de câncer que podem acometer o sistema linfático.No entanto, o linfoma de Hodgkin é menos recorrente do que seu par. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, a estimativa de novos casos para o linfoma de Hodgkin é de 2.870, sendo 1.600 homens e 1.270 mulheres Linfoma de Hodgkin tem cura? Como visto acima, o linfoma de Hodgkin tem grandes possibilidades de cura , dependendo de sua extensão. No entanto, não chega a ser raro casos nos quais o paciente não responde ao tratamento ou que a doença volta após alguns anos

Sim, linfoma tem cura.O tratamento pode incluir quimioterapia, radioterapia, imunoterapia e, em alguns casos, transplante de medula óssea. As chances de cura e a escolha do tratamento dependem principalmente do estágio do câncer e do tipo de linfoma (Hodgkin ou não-Hodgkin) O linfoma é um câncer do sangue, assim como a leucemia. Entretanto, enquanto a leucemia tem origem na medula óssea, o linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios linfáticos, que é parte tanto do sistema circulatório, como do sistema imune. O sistema coleta e redireciona para o sistema circulatório um líquido claro, chamado linfa, e contém células de. Não importa que tipo de cancro é ou que diagnostico tem, a dor e forma de lutar,... sofia, 30 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2010 Ler mais A minha relação com o cancro remonta a outubro de 2002, tinha na altura 15 anos feitos há pouco tempo e enfrentava um novo mundo com a passagem do ensino.. Linfoma folicular não-Hodgkin é curável? Olá, me chamo Zenilda Zanardini, tenho 45 anos e fui diagnosticada com linfoma folicular não-Hodgkin, indolente. Fiz seis sessões de quimioterapia e agora estou bem. Porém, meu oncologista me disse que não tem cura. É verdade? Ele realmente não tem cura

Linfoma não-Hodgkin: sintomas, tratamentos e causas

  1. O linfoma de Burkitt é um tipo de câncer que afeta os linfócitos e causam ínguas, febre, perda de peso e outros sintomas. Este câncer pode estar associado à infecções por vírus ou por alguma alteração genética, sendo mais comum em crianças. Veja mais sobre outros sintomas, causas, como..
  2. Nos casos de linfomas não-Hodgkin, que acontecem com maior frequência, em torno de 5 vezes mais do que o linfoma de Hodgkin, sua taxa de cura acontece em cerca de 25% dos pacientes. As duas doenças respondem bem aos tratamentos com quimioterapia e com radioterapia
  3. Linfoma linfocítico de células pequenas e leucemia linfocítica crônica - cerca de 7% dos pacientes são suscetíveis a esta doença. Este tipo de patologia é semelhante à linfa não-Hodgkin. Não é particularmente agressivo, mas tem baixa sensibilidade ao tratamento antitumoral
  4. A possibilidade de cura ou de longos períodos de sobrevida depende do tipo de linfoma não Hodgkin e do estágio quando o tratamento é iniciado. É um tanto paradoxal o fato de os linfomas indolentes em geral responderem de imediato ao tratamento entrando em remissão (na qual a doença fica sob controle), o que com frequência é seguido por sobrevida de longo prazo, mas a doença não ser.

Linfoma não Hodgkin é um grupo de cancros do sangue, do qual fazem parte todos os tipos de linfoma exceto o linfoma de Hodgkin. [1] Os sintomas mais comuns são gânglios linfáticos aumentados, febre, suores noturnos, perda de peso e fadiga. [1] Entre outros possíveis sintomas estão dores nos ossos, dor no peito ou prurido. [1] Alguns tipos são de crescimento lento, enquanto outros são. No linfoma de Hodgkin, podemos esperar curas em 75 a 90% dos casos; nos linfomas não Hodgkin, em 50 a 70% dos casos obtemos controlo prolongado ou cura da doença

Taxa de Sobrevida para o Linfoma Não Hodgkin - Instituto

Não sei se já ouviu falar é um tipo de medicina natural. Por isso busquei algumas informações sobre o linfoma. Vou deixar aqui um site para você ler. A Naturopatia busca tratar as pessoas através da causa do problema, e não na cura, como geralmente são os tratamentos quimicos Para Linfoma não Hodgkin, existem evidências de associação ao desenvolvimento do LNH e a função imune alterada. Pacientes transplantados que se trataram com agentes imunossupressores, pacientes com condições autoimunes severas, e aqueles infectados pelo HIV possuem um maior potencial de desenvolver LNH (2) Os linfomas de Hodgkin e não Hodgkin são tratados de forma diversa. Tratamento inicial do linfoma de Hodgkin. O tratamento inicial é determinado basicamente pelo estádio da doença e pela idade do paciente. Nos estádios I e II, o tratamento consiste em quimioterapia, seguida de radioterapia para as regiões afetadas

Como me consegui curar de um linfoma - Saúde e Medicina

Tratamento do Linfoma Não Hodgkin de Células B

  1. linfoma nÃo-hodgkin indolente de estadio avanÇado sem sintomas Cerca de 4 em cada 10 linfomas não-Hodgkin são classificados como indolentes, a maioria dos quais são de tipo folicular. Os linfomas não-Hodgkin indolentes são geralmente diagnosticados num estadio avançado (estadio III ou estadio IV)
  2. Os Linfomas não-Hodgkin englobam um extenso conjunto de subtipos de neoplasias, mas com possibilidade de cura). Os linfomas indolentes representam aproximadamente 35% a 40% dos linfomas O Linfoma Folicular tem sido visto como doença incurável, com sobrevivência médi
  3. Tipos de Linfoma 1. Linfoma não Hodgkin (LNH) Este é o tipo de linfoma mais frequente, representando cerca de 85% dos casos de linfomas e 4% das neoplasias em geral. Atinge 10-15 pessoas por 10 mil habitantes em cada ano. Na altura do diagnóstico, a idade média dos doentes é de 65 anos, mas pode surgir em pessoas de todas as idades
  4. istrados isoladamente ou combinados com a quimioterapia no tratamento das recidivas/recaídas do linfoma não-Hodgkin indolente. Quando combinados com quimioterapia, como no caso dos doentes não tratados anteriormente, são habitualmente ad
  5. No linfoma de Hodgkin o envolvimento de outros orgãos é menos frequente que nos linfomas não Hodgkin. Podem surgir infecções devidas à alteração da imunidade. Outros sintomas, designados por sintomas B, são : febre, por vezes elevada e que aparece e desaparece sem medicação; suores nocturnos cansaço e falta de energi
  6. O termo linfoma designa um conjunto de doenças linfoproliferativas malignas que se originam no sistema linfático, onde linfócitos B, T ou NK podem sofrer transformações. Apesar de terem a mesma origem, os linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin possuem diferenças importantes

O linfoma não Hodgkin tem cerca de 80% de cura se descoberto precocemente. Os linfomas não Hodgkin são mais frequentes que os linfomas de Hodgkin, e sua incidência vem aumentando devido à associação com a infecção pelo HIV, entre outros fatores ainda desconhecidos Os linfomas podem-se dividir-se em duas categorias: Hodgkin e não-Hodgkin. No primeiro caso, relativamente frequente nos adultos jovens, a taxa de cura é elevada: cerca de 60 a 80% destes tumores são curáveis, através da quimioterapia, fundamenta Linfoma folicular, linfoma centrolástico, linfoma nodular ou doença de Brill-Symmers [1] é um tipo de câncer que se origina nos linfócitos B nos folículos dos linfonodos e representa cerca de 20 a 30% dos Linfoma não Hodgkin. É lento, pouco agressivo e responde bem ao tratamento mesmo quando descoberto já em um estágio avançado.. Podem sofrer transformação maligna e tornar-se um.

Linfoma de Hodgkin tem percentual de cura em torno de 90%

Linfoma de Hodgkin: sintomas, tratamentos e causas Minha

Saiba quais são as chances de Cura do Linfoma Não-Hodgkin. O linfoma não-Hodgkin é um tipo de câncer linfático que tem cerca de 80% de cura, especialmente se ele for descoberto em sua fase inicial e se seu tratamento for iniciado o mais rápido possível O linfoma, que inclui Hodgkin e não-Hodgkin, está tendo uma alta taxa de cura. Várias opções de tratamento estão disponíveis, a quimioterapia foi a melhor. Várias estratégias de quimioterapia estão disponíveis, que compreende a combinação de drogas para fornecer um efeito sinérgico

O que é Linfoma de Hodgkin, sintomas, tratamento, tem cura

Aliás, dizemos linfoma como se fosse um único tipo de câncer, mas, na verdade, ele é dividido em dois grandes grupos: linfoma de Hodgkin (LH) e linfoma não-Hodgkin (LNH). E cada um deles é dividido em diferentes subtipos, que se comportam de maneiras distintas - somente o LNH tem mais de 40 subgrupo Susana tinha 33 anos quando lhe foi diagnosticado um Linfoma não Hodgkin (LNH) no mediastino, já em estado avançado. Hoje tem 42 e, no seu depoimento à Liga Portuguesa Contra o Cancro, fala sobre a experiência dos 8 anos de tratamentos por que passou e das limitações que a doença ainda hoje lhe impõe, principalmente devido à lesão no pulmão direito O tratamento para o linfoma não Hodgkin inclui medicamentos e terapia com radiação, dependendo da localização especifica da doença. Em geral, ela não tem a mesma taxa de remissão que o linfoma de Hodgkin. No entanto, existem tipos que podem ser curados, portanto, discuta o panorama com o médico

Linfoma de Hodgkin; Linfoma não-Hodgkin. Os linfomas não-Hodgkin (LNH) são todos aqueles não caracterizados como linfomas de Hodgkin (LH), sendo, portanto, um grupo de mais de 30 doenças diferentes, com apresentações clínicas e prognósticos muito variados. Correspondem a mais de 70% dos linfomas Linfomas não Hodgkin são potencialmente curáveis, mas sem o diagnóstico preciso, o tratamento ideal não pode ser escolhido. O critério histológico na biópsia inclui destruição da arquitetura do linfonodo normal e invasão da cápsula e da gordura adjacente por células neoplásicas características

Os linfomas não Hodgkin englobam todos os outros linfomas, incluindo os cutâneos. Como os linfócitos estão presentes também em tecidos linfoides no baço, na medula óssea e em alguns outros órgãos, incluindo a pele, os linfomas não Hodgkin podem se originar em qualquer um desses locais. Podem ter crescimento lento ou ser agressivos Linfoma não-Hodgkin (LNH) O Linfoma Não Hodgkin é um tipo de cancro linfático caracterizado pelo aumento dos gânglios linfáticos e o tipo mais comum é o que atinge as células de defesa tipo B. Os sintomas podem incluir suores noturnos, febre, comichão e o tratamento é feito com quimioterapia, radioterapia e imunoterapia

TERAPÊUTICA COM ANTICORPOS MONOCLONAIS

Linfoma de Hodgkin tem cura. Se o linfoma de Hodgkin for detetado precocemente a doença tem cura, principalmente nos estágios 1 e 2 ou quando não estão presentes fatores de risco, como ter mais de 45 anos ou apresentar linfócitos inferiores a 600, sendo que o tratamento inclui quimioterapia, radioterapia e em alguns casos transplante de medula Mas é importante saber que alguns tipos de linfoma no estágio 4 podem ser curáveis. Sua perspectiva depende, em parte, do tipo de linfoma do estágio 4 que você possui. Leia mais para aprender sobre diferentes subtipos de linfoma, incluindo as opções de tratamento e as perspectivas a longo prazo para linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin Linfoma não hodgkin possui sintomas como o aparecimento de linfonodos aumentados na região do pescoço, axilas e virilha, febre, perda de peso, sudorese abundante à noite, prurido (coceira), inapetência e cansaço Casos de Linfoma não-Hodgkin tem 63% de cura. O linfoma não-Hodgkin é o sétimo tipo de câncer mais comum em homens e mulheres no país. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 10.240 brasileiros deverão ser diagnosticados com linfoma não-Hodgkin em 2016 e outros 2.470 com o linfoma de Hodgkin

Linfoma tem cura? - Médico Respond

  1. O linfoma folicular tem um índice prognóstico específico, chamado de FLIPI (Follicular Lymphoma International Prognostic Index), que difere um pouco do IPI, usado para avaliação prognóstica dos linfomas não-Hodgkin. No FLIPI, cinco variáveis são avaliadas, sendo que o paciente recebe um ponto para cada variável presente
  2. O Linfoma não Hodgkin é um tipo de cancro hematológico.. Linfoma é um termo genérico para classificar os cancros que se desenvolvem no sistema linfático.Esta doença assemelha-se a um cancro na medida em que o mecanismo da sua formação é equivalente. No caso do Linfoma não Hodgkin as células de origem deste cancro são os linfócitos.. Estes linfócitos anormais, não cumprem a sua.
  3. ados, ainda assim existem cerca de 50-60% chance de cura. As recaídas costumam ocorrer nos dois primeiros anos após o tratamento
  4. Os linfomas são um grupo de doenças malignas do sangue. Podem ser classificadas como Hodgkin e não Hodgkin. Este último grupo corresponde a 85% dos linfomas. Taxa de cura. Varia entre os 40% e os 90%, dependendo do tipo de linfoma, do estádio da doença,.
  5. Linfomas: tem cura? Linfoma é um tipo de câncer do sistema linfático composto por uma complexa rede de vasos linfáticos, linfonodos e outros órgãos como o baço, que juntos são responsáveis pelo transporte de linfócitos (glóbulos brancos), para todas as estruturas do corpo humano
Claudia Raia fala sobre câncer de Edson Celulari: ‘AmorEdson Celulari descobriu câncer porque teve um sintoma de

Ter um linfoma não é uma sentença de morte, e os resultados obtidos hoje são claramente melhores do que no passado. No linfoma de Hodgkin, podemos esperar curas em 75 a 90% dos casos; nos linfomas não Hodgkin, em 50 a 70% dos casos obtemos controlo prolongado ou cura da doença Linfomas indolentes e linfomas agressivos. Os linfomas indolentes também chamados de baixo grau são um tipo raro de linfoma de não Hodgkin. Têm desenvolvimento lento, com poucos sintomas, são persistentes e têm origem a partir de linfócitos T maduros. Têm cura difícil porque as células não respondem bem à quimioterapia Embora se desconheça a causa da maioria dos linfomas não Hodgkin, existem fortes evidências de que vírus podem ter algum papel em alguns dos tipos menos comuns. Um tipo raro de linfoma não Hodgkin de progressão rápida, que ocorre no sul do Japão e no Caribe, pode resultar da infecção pelo vírus linfotrópico das células T humanas 1 (HTLV-1), um retrovírus similar ao vírus da.

Remédio Leuginase : Leucemia Linfóide Aguda em Crianças

O linfoma não-Hodgkin folicular tem cura? Quais são os tratamentos mais utilizados? Normalmente, o linfoma folicular é considerado como uma doença indolente, ou seja, de evolução lenta. Por isso nem sempre precisa de tratamento. Nesses casos, apenas o acompanhamento médico pode ser suficiente Linfoma Não-Hodgkin tem cura? A pergunta que não quer calar é: o linfoma não-Hodgkin tem cura? A resposta é sim e não. Como os linfomas Não-Hodgkin se apresentam de diversas maneiras, alguns casos podem ser curados e outros não. Mesmo para os casos sem cura, alguns tratamentos disponíveis permitem que o paciente viva ainda por mais de. Linfoma de Hodgkin: presença de células de Reed Stemberg em meio a infiltrado de linfócitos pequenos (não-neoplásicos). Os linfomas de Hodgkin quase sempre são curáveis - cerca de 75% se detectados precocemente. Linfomas Não-Hodgkin: são todas as outras formas de linfomas, representadas por mais de 20 tipos diferentes. Os linfomas não-hodgkin podem ser curáveis ou incuráveis.

Linfoma não Hodgkin A

Neste caso, participaram no ensaio 81 doentes com a forma mais comum do linfoma não-Hodgkin. Destes 26 (32%) tiveram uma resposta completa e 5 (6%) tiveram uma resposta parcial ao fim de três meses Linfomas Não-Hodgkin. Linfomas Não-Hodgkin são mais comuns que os Linfomas de Hodgkin. Podem ocorrer em qualquer idade e dependendo das células que se tornaram malignas são classificados em sub-tipos histológicos que apresentam características específicas. Podem ter comportamento indolente (crescimento lento) ou agressivo (crescimento. Dividido nas formas Hodgkin e não Hodgkin, o linfoma é um tipo de câncer no sistema linfático cuja incidência duplicou nos últimos 25 anos, especialmente entre pessoas com mais de 60 anos, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).. Trata-se da reprodução anormal de células chamadas linfócitos, responsáveis pelas defesas do organismo, e entre seus sintomas mais conhecidos.

O Linfoma de Hodgkin Clássico (LHC) é uma neoplasia caracterizada pela presença de células clonais malignas, designadas de Células de Hodgkin e de Reed-Sternberg, com origem maioritariamente em células B, dispersas num fundo heterogéneo de células inflamatórias não neoplásicas. Representa cerca de 95% de todos os Linfoma de Hodgkin Linfoma não Hodgkin Tem Cura? Da mesma forma que o Linfoma de Hodgkin conquista hoje 80% de cura, o Linfoma não Hodgkin consegue esse percentual. Aquilo que vai determinar a possibilidade de cura é a agressividade da expansão do câncer. Métodos de tratamento do Linfoma não Hodgkin 2) Tumores agressivos (alto grau) - Os linfomas não-Hodgkin de alto grau, se não tratados a tempo, levam ao óbito em alguns meses. O lado bom da história é que são neoplasias que costumam responder bem à quimioterapia havendo uma taxa de cura alta se identificados precocemente. Linfomas não-Hodgkin indolentes: Linfoma folicular Linfoma é um termo genérico que não se aplica a apenas uma doença, mas sim a um grupo de várias doenças. É um câncer que, diferente dos outros tipos que tem origem em um tecido ou órgão, tem origem nas células do sistema linfático, que fazem parte do sistema imunológico, chamadas de linfócitos.O sistema é composto pelos vasos linfáticos, pelos gânglios linfáticos, chamados de.

Veja as informações para profissionais de Saúde sobre linfoma não Hodgkin E não é à toa que ouvir essas palavras está mais comum: no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para cada ano sejam diagnosticados 10.180 novos casos de Linfoma não Hodgkin

Susana Lino (Linfoma Não Hodgkin, Doente) - Testemunhos

Linfomas não-Hodgkin de células B incluem linfoma de células B difusas grandes e linfoma folicular. Suarez disse que ele tem nunca tinha visto um paciente com cancer avançado reagir assim, Cura do Linfoma Folicular não-Hodgkin (NHL) de Grau 2/Nível 4/Tipo O linfoma de Hodgkin é muito menos comum do que o linfoma de não-Hodgkin. Ele afeta cerca de 3 a cada 100.000 pessoas, em sua maioria adultos entre 20 e 40 anos. O prognóstico da doença de Hodgkin tem melhorado consideravelmente nos últimos anos O linfoma não é um tumor benigno. Tipos de doença de Hodgkin. O linfoma de Hodgkin clássico (LHC) é diagnosticado quando os linfócitos são anormais, conhecidos como células de Reed-Sternberg. O LHC pode ser dividido em 4 diferentes subtipos: 1) Linfoma de hodgkin classico tipo esclerose nodular (LHCEN): é a forma mais freqüente que afeta até 80% das pessoas diagnosticadas com LHC

“Ele está bem”, diz filho de Edson Celulari no Instagram

Geralmente tem um panorama relativamente desfavorável quando comparado com outros subtipos de linfoma de Hodgkin; Algumas vezes tem o diagnóstico confundido com o linfoma não Hodgkin. 4) Linfoma de Hodgkin clássico rico em linfócitos. Semelhante ao subtipo de predominância linfocítica nodular, porém tem mais características em comum. Linfoma é um tipo de câncer do sistema linfático composto por uma complexa rede de vasos linfáticos, linfonodos e outros ór... Linfomas: tem cura? Men Os linfomas agressivos se desenvolvem rapidamente e, se não tratados a tempo, podem levar a óbito em meses. Porém, nesse tipo de linfoma, as células respondem bem à quimioterapia, podendo haver, se identificado precocemente, chances de cura. A diferença entre o linfoma de Hodgkin e o linfoma de não Hodgkin está nas características das. Linfoma não Hodgkin: taxa de cura pode chegar a 60%. Os Linfomas não Hodgkin são um conjunto de tipos de tumores, que têm origem nas células do sistema linfático, essencial para a proteção de doenças. Os diferentes tipos de linfomas são tratados de maneiras diversas

Israel Salazar inicia nesta terça o tratamento comO ator global Reynaldo Gianecchini busca cura de câncerQuimioterapia intra-arterial: Tratamento inovador para

O linfoma primário do SNC é uma forma rara de linfoma não-Hodgkin (NHL) que afeta apenas o cérebro. Isso pode incluir o próprio cérebro, as meninges (as membranas que revestem o cérebro), a medula espinhal ou os olhos. Outras formas de linfoma podem se espalhar para o cérebro após afetar outras partes do corpo, como linfonodos Jovane Cabral cresce com Rúben Amorim, ganha interessados e já tem preço Fama. Fama Rita Pereira Há 59 mins. Tratamento experimental mostra-se eficaz na cura de linfoma não-Hodgkins Linfoma é o nome designado ao cancro que afecta um grupo de células específicas, os linfócitos.Estas células fazem parte do sistema imunitário, combatendo contra a invasão de organismos estranhos. Os linfócitos circulam por todo o nosso corpo, contudo estão presentes em maior quantidade no sistema linfático (consulte a figura)

  • Holi festival 2018.
  • Planetas do sistema solar caracteristicas e curiosidades.
  • Como fazer paspatur no photoshop.
  • Fotos de perfil para whatsapp.
  • Cor de canario belga mais valorizada.
  • 7 casas game of thrones.
  • Livro de daniel capitulo 1.
  • Rádio disney.
  • Desenho para assistir do cavalo de fogo.
  • Iphone 6 plus tem live photos.
  • Lente de contato que grava videos.
  • Pasta sent whatsapp.
  • Universidade de lisboa engenharia.
  • Clumsy ninja hack apk download.
  • Cabeças encolhidas como sao feitas.
  • Abc tv.
  • Treinamento soldado americano.
  • Kit higiene porcelana.
  • Chorão idade.
  • Amamentação unilateral.
  • Yorkshire cresce até quantos meses.
  • Miss piggy desenho.
  • Quiromancia linha dos filhos.
  • Picturemate android facebook.
  • Animais musicas infantil.
  • Boneca baby alive hora de comer.
  • Dicas photoshop.
  • Validade biscoitos decorados.
  • Coretta king coretta my life my love my legacy.
  • Moedas euro valor.
  • Bones mais usados no momento.
  • Videos de traficantes executando pessoas.
  • Cartas de iwo jima historia real.
  • Quais são os alimentos organicos.
  • Aaron hotchner.
  • Colchão de casal d45.
  • Invasão zumbi crítica.
  • Instagrid wifi.
  • Sabrina winter filha de guilherme winter.
  • Motos para imprimir.
  • Anel de formatura pedagogia.